MTE Consulta

Cálculo Seguro Desemprego – Descubra o Valor e Quantas Parcelas irá Receber!

O Cálculo Seguro Desemprego deixa descobrir o número de parcelas e montante do auxílio. Desta maneira, a partir dessas informações, o trabalhador consegue se programar até encontrar um novo trabalho.

Agora, explicaremos o que deve ser considerado ao calcular o Seguro Desemprego, conforme as regras atuais. Assim sendo, acompanhe!

Como é feito o cálculo do Seguro Desemprego?

Primeiramente, é preciso deixar claro que o cálculo do Seguro Desemprego só se aplica a duas modalidades do benefício:

Primeiramente, é preciso esclarecer que o cálculo do seguro Desemprego só se aplica a duas modalidades do auxílio:

  • Seguro Desemprego Formal.
  • Bolsa de Qualificação Profissional.

Isso porque, aos demais tipos de Seguro, o número de parcelas e o valor são fixos.

calculo seguro desemprego

A conta leva em consideração o número de meses trabalhados antes de ser demitido sem justa causa ou da suspensão do contrato de trabalho.

Apesar disso, a média dos últimos três salários serve como suporte para estabelecer o montante do mercê, como explicaremos em outro tópico.

Quantas parcelas posso receber?

O número de parcelas a aceitar varia de três a cinco, conforme a solicitação o número de meses trabalhados precedentes à dispensa.

Veja como funciona, de acordo com a lei 13134/2015:

Primeira solicitação.

4 parcelas: se acaso o período trabalhado ficar entre 12 e 23 meses.

5 parcelas: A partir de 24 meses de trabalho.

Segunda solicitação

3 parcelas: Vínculo empregatício entre 9 e 11 meses.

4 parcelas: Vínculo empregatício entre 12 e 23 meses.

5 parcelas: Vínculo empregatício a partir de 24 meses.

Terceira e demais solicitações

3 parcelas: Vínculo empregatício entre 6 e 11 meses.

4 parcelas: Vínculo empregatício entre 12 e 23 meses.

5 parcelas: Vínculo empregatício de no mínimo 24 meses.

No entanto, vale lembrar que é preciso esperar, no mínimo, 16 meses a fim de fazer uma nova solicitação do Seguro Desemprego, após ter o benefício concedido.

Entretanto, vale lembrar que é preciso aguardar, no mínimo, 16 meses a termo de fazer uma outra solicitação do Seguro Desemprego, depois ter o auxilio concedido.

Irei receber o mesmo valor do meu salário?

Provavelmente, não. Porque o valor da parcela do Seguro fica em uma faixa de R$ 998 (salário mínimo atual) a R$ 1.735,29 (teto do Seguro Desemprego 2019).

Cálculo do valor da parcela

O primeiro passo a fim de calcular quanto irá receber nas parcelas é fazer o média dos três últimos salários (de mês inteiro) recebidos. Simplesmente some o valor bruto dos três meses e divida por 3 para obter o salário médio.

Esse ainda o valor da parcela. Agora, é preciso fazer o cálculo de acordo com a faixa em que a média salarial se encontra:

  • Média salarial de até R$ 1.599,61. Multiplicar o valor do salário médio por 0.8.
  • Média salarial entre R$ 1.599,62 e R$ 2.666, 29. Multiplicar o que ultrapassar R$ 1.599,62 por 0.5 e somar o resultado a R$ 1.279,69.
  • Média salarial acima de R$ 2.666,30. O valor da parcela será sempre R$ 1.813,03.

Onde e como faço a solicitação?

Presentemente existem duas opções para requerer o seguro desemprego:

  • Fazer o agendamento do auxílio online e depois comparecer a um posto para apresentar a documentação precisa. Então, o prazo liberação do mercê (30 dias) inicia a descrever a lascar da data de comparência ao posto.
  • Solicitar o Seguro Desemprego pela internet. Essa opção agiliza o recebimento do favor, dado que o prazo inicia a valer a lascar da data de solicitação conectado.

Agora você já sabe como fazer o conta do Seguro Desemprego deve se programar financeiramente procura um novo trabalho.